sexta-feira, 1 de novembro de 2013

P de "Pássaros de acaso" (VII)


RETRATO DE UMA SENHORA CAMINHANDO


No Norte os pássaros afagam um vento firme.
Ela é linda.
O Outono deposita gelo na casca dos limões.
O seu fazer vagaroso acompanha a mente sombria.
A geada confere ao lago uma frágil quietude.
No pequeno tufo de erva húmida e fresca
Os pássaros caem como uma chuva de vidro. 


Djuna Barnes (trad. Rui Caeiro)
in Telhados de Vidro n.º 8, Lisboa, Averno, Maio de 2007



Sem comentários: